SEJA VOLUNTÁRIO

88% da equipe da Cruz Vermelha Brasileira do Estado de São Paulo é formada por voluntários*.

A importância do voluntariado é tanta que a gente conta sim (e muito com eles) para a realização e ampliação dos nossos projetos que estão divididos em sete frentes. Em todas o eixo central é o da ajuda humanitária, em defesa da vida, da saúde e da dignidade.

Em 2017, foram contabilizadas 43.000 horas de trabalho voluntário, incremento de 46% em relação ano anterior.

*porcentagem obtida com base nos funcionários da Cruz Vermelha Brasileira do Estado de São Paulo (área de Projetos + setores administrativo, financeiro, comunicação, voluntariado, recursos humanos, tecnologia da informação, entre outros), excluindo os funcionários do Hospital e do Centro Formador.

ÁREAS DE ATUAÇÃO DO VOLUNTARIADO

Confira os depoimentos de quem já faz parte desta história

“A Cruz Vermelha foi uma opção de vida e o colete é uma responsabilidade assumida além das portas da instituição. Sou voluntária nas áreas de Juventude, Programas Comunitários e Restabelecimento de Laços Familiares e como os departamentos estão sempre trabalhando em conjunto, isso facilita a atuação.

Para desenvolver os projetos na Comunidade Vietnã visitamos os moradores para fazer uma pesquisa e batemos de porta em porta. Visitei famílias que moravam em um cômodo de madeira, famílias de 5 e 7 pessoas e que não cozinhavam feijão todos os dias para não gastarem gás.

A Cruz Vermelha também me deu os melhores amigos que alguém poderia esperar. Gente disposta a abdicar do seu para ir lutar pelo direito do outro.”

Daliléia Lobo, 31 anos, securitária e estudante de Serviço Social
Voluntária da Cruz Vermelha de São Paulo desde julho de 2016

“O trabalho voluntário na Cruz Vermelha Brasileira é certamente uma excelente chance de desenvolvimento de habilidades, como empatia e de atuar em contextos diversificados. Os voluntários recebem e muito com a satisfação de um trabalho bem realizado estampado no sorriso das pessoas que são atendidas pela Cruz Vermelha. E mesmo que isso não seja a mudança em definitivo da realidade dessas pessoas, atendendo ao princípio da Cruz Vermelha de mitigação da miséria, acredito em um processo a longo prazo e com isso me sinto satisfeito em realizá-lo.

Escolhi a Cruz Vermelha pela identificação com os princípios e por querer realizar trabalhos voluntários em grandes instituições de ajuda humanitária. Já realizei atividades nos Departamento de Gestão e Risco e Desastre, Doações, Triagem, Primeiros Socorros e auxiliando eventualmente em Promoção à Saúde e Programas Comunitários”

Gustavo Sousa Affonso, 38 anos, químico industrial
Voluntário da Cruz Vermelha de São Paulo desde agosto de 2015

“Ser voluntária na Cruz Vermelha Brasileira da Filial Estado de São Paulo me proporcionou experiências que eu provavelmente nunca iria passar. Pude ter contato com a população migrante e aprender sobre diversas culturas tão ricas.

Quando estou na Cruz Vermelha, entro em contato com o mundo, com pessoas que estão unidas por um propósito: atenuar o sofrimento humano, tudo vale a pena, chego a encontrar uma resiliência que nem eu sabia que existia.

Concordo com a frase: No trabalho voluntário, os próprios voluntários mais recebem do que doam. Desde que eu entrei lá, a principal vida que eu mudei foi a minha. Acho que me tornei uma cidadã melhor, um ser humano melhor e isso me faz viver mais leve, com mais empatia e me faz dar valor ao que realmente vale a pena.”

Ana Carolina Giorgi Martin, 19 anos, estudante de medicina
Voluntária da Cruz Vermelha de São Paulo desde julho de 2016

Pré-requisitos para ser voluntário

  • Praticar os Princípios Fundamentais da organização;
  • Assumir o trabalho voluntário com responsabilidade;
  • Comparecer aos treinamentos e reuniões de voluntários;
  • Ter mais de 18 anos. Pessoas com menos de 18 precisam apresentar autorização dos pais ou responsável por escrito;
  • Participar do Curso de Formação Básica Institucional;
  • Contribuir no mínimo com uma ação por mês, de maneira presencial ou à distância; o que varia de acordo com a área de atuação e da atividade desenvolvida.

ETAPAS DO PROCESSO SELETIVO

O trabalho voluntário é muito sério, de grande responsabilidade social e precisa ser executado de maneira profissional, mas sem perder o prazer e a vontade de fazer a diferença.
Por isso, acreditamos que preparar bem cada novo voluntário é muito importante para que a experiência seja a melhor possível.

 

Palestra de Apresentação
O primeiro passo para se tornar voluntário da Cruz Vermelha de São Paulo é participar da Palestra de Apresentação, nesse momento será explicado como funciona o trabalho da instituição e qual é o seu papel como voluntário.

 

Formação Básica Institucional
Após assistir à Palestra de Apresentação, você estará mais perto de fazer parte da nossa equipe de voluntariado. Todos os novos voluntários devem participar do curso de Formação Básica Institucional que acontece em duas etapas.

Encontro 1 (7 horas)

  • História, princípios, missão e estrutura do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho;
  • História e estrutura da Cruz Vermelha de São Paulo, além de conceito do trabalho voluntário (diferenciais e responsabilidades);
  • Áreas de atuação, postura e comportamento para ser voluntário da Cruz Vermelha.

 

Encontro 2 (7 horas)

  • Capacitação teórica e prática em Primeiros Socorros Básicos. A atividade é obrigatória para todos os novos voluntários, mesmo aqueles que são da área da saúde ou ainda possuem certificado em Primeiros Socorros de outra instituição.

 

Após a formação básica, você será direcionado para formações específicas de acordo com a área em que irá atuar. A participação em todas as etapas é obrigatória.
Os encontros são realizados na nossa sede, que fica na Avenida Moreira Guimarães, nº 699, Indianópolis – São Paulo (SP).

SEJA VOLUNTÁRIO

Se você leu e concorda com a política de voluntariado da Cruz Vermelha Brasileira – Filial de São Paulo, preencha o formulário abaixo que entraremos em contato via e-mail, assim que tiver início a formação de um novo grupo de voluntários.

FICHA DE INTERESSE PARA SER VOLUNTÁRIO

RECEBA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS
DIRETAMENTE NO SEU E-MAIL