Uma semana após o incêndio e desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida, no Largo do Paiçandu, no Centro de São Paulo, a Cruz Vermelha de São Paulo continua prestando apoio com donativos, acolhimento e outras ações com objetivo de amenizar o sofrimento das vítimas.

A entidade foi acionada pela Defesa Civil ainda na madrugada do dia 1, quando aconteceu o acidente. Desde então, os voluntários atuam em conjunto com o poder público na busca e recolhimento de doações, triagem do material e envio dos itens para as vítimas. A Cruz Vermelha foi o ponto focal para o recebimento de donativos.

A maior parte dos recebidos são roupas e alimentos, mas há também uma quantidade significativa de fraldas, água e itens de higiene pessoal que estão sendo separados, triados, armazenados e enviados. A quantidade arrecadada já é suficiente para atender as vítimas do desabamento e o excedente poderá ser direcionado para outras ações assistenciais da instituição.

Os donativos abastecem o Centro de Acolhimento do Viaduto Pedroso com itens de primeira necessidade, tais como produtos de higiene pessoal. Para as vítimas estabelecidas na Praça Paiçandu, as doações ocorrem de acordo com a demanda e já foram entregues carrinhos de bebê, colchões, roupas de cama e alimentos para a tenda montada no local que oferece refeições diárias as pessoas localizadas ali.

Desde a quinta-feira, equipes de voluntários da instituição têm se revezado em turnos para auxiliar em ações no Centro de Acolhimento e na praça. São realizadas atividades como acolhimento das famílias, organização, limpeza do local, entrega de doações e triagem de itens que chegam diretamente ao abrigo.

Além disso, a fim de proporcionar momentos de lazer e diversão, no sábado, a Cruz Vermelha realizou uma visita ao SESC 24 de Maio com 35 crianças que viviam na habitação que pegou fogo e estão abrigadas na Praça do Paiçandu.

A Cruz Vermelha de São Paulo se mantém atenta às demandas dos atingidos, para continuar prestando assistência humanitária necessária pelo período que for necessário.