Campanha Cidade Solidária – Covid-19

Campanha Cidade Solidária – Covid-19

Campanha Cidade Solidária:  Cruz Vermelha Brasileira – São Paulo produz mais de 60 mil kits de alimentos e itens de higiene e limpeza para distribuição.

De 8 a 27 de abril, a instituição montou 22.655 cestas básicas e 38.180 kits de higiene e limpeza com os produtos que foram arrecadados

A Cruz Vermelha Brasileira – São Paulo (CVB/SP), integrante da maior instituição de ajuda humanitária do mundo, que atua na proteção à vida e à saúde, é uma das parceiras da Prefeitura de SP na campanha Cidade Solidária, de combate à proliferação da Covid-19, e que tem como objetivo arrecadar produtos de higiene e limpeza, alimentos não perecíveis, equipamentos de proteção individual, entre outros. 

Desde o lançamento do programa, em 7 de abril, foram arrecadadas mais de 14 toneladas de produtos, incluindo alimentos e itens de higiene. Com as doações, os cerca de 300 voluntários da CVB/SP montaram 22.655 cestas básicas e 38.180 kits de higiene para distribuição da prefeitura à população em situação de risco da cidade. 

A Cruz Vermelha Brasileira – São Paulo também disponibilizou 54 leitos de seu hospital, sendo 20 de UTI e toda a infraestrutura para o encaminhamento de pacientes da rede pública, infectados pelo coronavírus durante a pandemia.

As doações podem ser realizadas em nove pontos de drive-thru distribuídos por São Paulo. Um dos pontos oficiais de coleta é a sede da Cruz Vermelha de São Paulo, localizada na Av. Moreira Guimarães, 699, Indianópolis. Assim como nos demais locais, o horário de funcionamento será de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. Saiba mais sobre os locais de doação pelo site https://www.spcidadesolidaria.org/.

Itens que podem ser doados

Produtos de higiene: sabonete, escova dental, creme dental, absorvente higiênico, papel higiênico.

  • Produtos de limpeza: água sanitária, detergente em pó, desinfetante, esponja multiuso, álcool 70, entre outros.
  • Equipamentos de proteção: Máscaras, álcool em gel e luvas
  • Alimentos não perecíveis: água mineral, leite em pó integral, arroz, feijão, farinha de mandioca, açúcar, óleo de soja, macarrão, polpa ou purê de tomate, sardinha em óleo comestível.

Sobre a Cruz Vermelha de São Paulo

A maior instituição de ajuda humanitária do mundo está presente em 190 países, atuando na proteção à vida e à saúde, com o objetivo de prevenir e atenuar o sofrimento humano. Há mais de 150 anos, o trabalho da Cruz Vermelha é desenvolvido sem distinção de raça, nacionalidade, gênero, condição social, religião e opinião política. A Cruz Vermelha Brasileira –São Paulo realiza, desde 1912, iniciativas próprias de assistência humanitária e social aos mais vulneráveis, em especial na gestão de riscos e desastres, na capacitação em primeiros socorros, além de ações de promoção à saúde. Só em 2019, a CVB/SP distribuiu 184 toneladas de alimentos, roupas, calçados e itens de higiene e limpeza, dentre outros. Mais informações estão disponíveis em www.cruzvermelhasp.org.br ou nos perfis da instituição nas redes sociais: 

Facebook: https://www.facebook.com/cruzvermelhabrasileirasp/

Instagram: https://www.instagram.com/cruzvermelhabrasileirasp/

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCHX76_t31ZDUkOwoKhTTwkQ

Mais informações

Bernadete Aquino – comunicacao@cruzvermelhasp.org.br – (11) 5056-8779

Flávio Simonetti – flavio.simonetti@fsb.com.br – (11) 99393-2161

Amanda Marchini – amanda.marchini@fsb.com.br – (11) 97080.6089[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row css=”.vc_custom_1588171918019{margin-right: 0px !important;margin-left: 0px !important;padding-right: 0px !important;padding-left: 0px !important;}”][vc_column width=”1/3″][vc_single_image image=”13163″][/vc_column][vc_column width=”1/3″][vc_single_image image=”13162″][/vc_column][vc_column width=”1/3″][vc_single_image image=”13161″][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/3″][vc_single_image image=”13160″][/vc_column][vc_column width=”1/3″][vc_single_image image=”13159″][/vc_column][vc_column width=”1/3″][vc_single_image image=”13158″][/vc_column][/vc_row]

Ticiane Pinheiro é a madrinha da Campanha do Agasalho 2020 da Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo

Ticiane Pinheiro é a madrinha da Campanha do Agasalho 2020 da Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo

A CVB/SP pede doação de cobertores e agasalhos novos, além de itens de higiene pessoal

Com mudanças, para evitar o risco de contaminação e ajudar a prevenir a Covid-19, a Cruz Vermelha Brasileira – São Paulo (CVB/SP) a Campanha do Agasalho em 2020 tem como madrinha a jornalista e apresentadora Ticiane Pinheiro. Além disso, em função da pandemia, o pedido da CVB/SP é para que as doações sejam de cobertores e roupas novas, na embalagem, além de itens de higiene pessoal como sabonetes, escovas e pasta de dentes, xampu e condicionador, álcool em gel e máscaras.

Mesmo aliando o trabalho em home office e os cuidados com a família, Ticiane aceitou o convite da CVB/SP com alegria e veste para que a campanha tenha muito sucesso.

“É uma enorme honra ter sido escolhida como madrinha da Campanha do Agasalho Aqueça São Paulo 2020. Fazer parte dessa corrente do bem e poder ajudar quem mais precisa, principalmente em tempos tão difíceis como o que estamos vivendo, é algo que me deixa muito feliz. Somente por meio da solidariedade vamos conseguir fazer a diferença na vida de milhares de pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social e que tem de enfrentar o frio de São Paulo e também a pandemia da Covid-19” afirmou Ticiane

O presidente da CVB/SP, Jorge Wolney Atalla Jr., agradece pela disposição e determinação da apresentadora em ficar à frente da campanha. “Sabemos de sua seriedade e comprometimento, além do carisma, que são fatores fundamentais para atrair as doações. Só temos a agradecer”, diz.

Esta é a 11ª campanha promovida pela instituição, que tem a expectativa de conseguir arrecadar mais de 35 toneladas de agasalhos, cobertores e itens de higiene pessoal, para beneficiar cerca de 30 mil pessoas que enfrentam a estação mais fria do ano. Mas, a gerente de Projetos Sociais, Marina Dauar, reconhece que não será fácil, pois as peças de roupa e cobertores devem ser novas.

“Temos um grande desafio pela frente e nosso apelo é, principalmente, para as indústrias e empresas que possam colaborar, além do cidadão. De um lado temos a necessidade de aquecer as pessoas e, por outro, a responsabilidade de não aumentar a contaminação entre a população mais vulnerável de São Paulo”, explica a gerente.

Sem a crise sanitária, em 2019 a CVB/SP arrecadou 27.1 toneladas de itens, entre vestuário, roupa de cama, cobertores e calçados, dentre outros, que beneficiaram 29 mil pessoas.

Pontos de coleta

Este ano, a Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo conseguiu o apoio da Drogaria São Paulo, que disponibilizou espaço em 310 de suas lojas da capital para a colocação de caixas para arrecadação dos itens, sendo uma caixa para os agasalhos e cobertores novos e outra para os itens de higiene pessoal.

Para saber onde doar, basta acessar o site www.aquecesp.org.br e checar a lista de pontos de coleta.

 

Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo

Fundada em 1912, a Cruz Vermelha Brasileira – São Paulo atua como parte de um movimento humanitário mundial em benefício às pessoas em situação de vulnerabilidade ou envolvidas em desastre e situações de risco, como a atual crise sanitária que atinge o país e o mundo.

Em 2019, a CVB/SP prestou 148.404 atendimentos e beneficiou 119 ONGs e lideranças comunitárias com 184 toneladas de doações de alimentos, roupas e calçados, além de promover ações de saúde, educação e comemorações, como Páscoa e Natal.

MAIS INFORMAÇÕES

www.cruzvermelhasp.org.br

#CruzVermelhaAmorPorSP

@cruzvermelhabrasileirasp (Instagram)

cruzvermelhabrasileirasp (Facebook)

Dia Nacional de Combate à Queimaduras

Dia Nacional de Combate à Queimaduras

Sofrer queimadura é algo sério que pode marcar profundamente a vida de uma pessoa. Em 6 de Junho é celebrado o Dia Nacional de Combate à Queimaduras com o objetivo de atentar as pessoas para esses acidentes tão perigosos e a importância da prevenção.

Cerca de um milhão de pessoas sofrem algum tipo de queimadura todos os anos, de acordo com o Ministério da Saúde. As queimaduras também estão entre as principais causas de morte no Brasil, segundo a Sociedade Brasileira de Queimaduras.

O Hospital da Cruz Vermelha de São Paulo é referência nacional no tratamento de queimaduras, oferecendo suporte especializado 24h, UTI e cirurgias reparadoras.

A instituição realiza sem custos trabalho de conscientização e prevenção, ajudando a reduzir o número de acidentes.

A medicina tem avançado muito no tratamento de queimaduras, proporcionando às vítimas procedimentos cada vez mais seguros e com melhores resultados cada vez melhores no processo de regeneração dérmica.

Ainda assim, a melhor maneira de combater as queimaduras é a prevenção. Veja abaixo algumas dicas as quais devemos nos atentar:

  • Evite utilizar álcool líquido;
  • Mantenha crianças longe do fogão e evite deixa-las sozinhas dentro da cozinha;
  • Esteja sempre atento ao estado de conservação do botijão de gás;
  • Nunca deixe velas, pontas de cigarro ou lamparinas perto de tecidos;
  • Tenha sempre cuidado com o cano do escapamento de motos;
  • Nunca jogue álcool direto nas chamas ou brasas ao acender a churrasqueira;
  • Evite exposição intensa ao sol;
  • Se for soltar fogos de artifício, leia e siga atentamente as instruções da embalagem

Hospital da Cruz Vermelha de São Paulo

Referência nacional no Tratamento de Queimaduras com mais de 50 anos de atuação. Atendimento particular e convênios: (11) 5056-8666. Consultas, cirurgias e atendimentos ambulatoriais.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][/vc_column][/vc_row]

Cruz vermelha realiza “Mutirão de Saúde e Cidadania” com serviços gratuitos na comunidade do Vietnã

Cruz vermelha realiza “Mutirão de Saúde e Cidadania” com serviços gratuitos na comunidade do Vietnã

A Cruz Vermelha Brasileira – Filial de São Paulo realiza o Mutirão de Saúde e Cidadania, no dia 04/05, das 10h às 16h, na Escola Municipal Almirante Ary Pereiras, na Comunidade do Vietnã (Zona Sul da capital). A ação tem como objetivo facilitar o acesso das famílias em situação de vulnerabilidade a serviços básicos de saúde, bem-estar e orientações jurídica e profissional.

O evento contará com atividades para toda a família, desde criança até idosos. A expectativa é realizar 800 atendimentos nos mais diversos serviços.

Na área da saúde e bem-estar, serão oferecidos os serviços: vacinação contra a gripe (para grupos prioritários), orientação nutricional, oficina de primeiros socorros, exames oftalmológicos, testes de diabetes e pressão alta e corte de cabelo.

As pessoas que precisarem de apoio com questões jurídicas e financeiras, contarão com orientação exclusiva de profissionais da área. Os moradores também terão acesso a serviços do CAT (Centro de Apoio ao Trabalhador) e do Poupatempo.

Será montado também um Varal Solidário com diversas peças de roupas recebidas pela Cruz Vermelha em doações. Estarão disponíveis calças, vestidos, casacos, camisetas, entre outros, para o público feminino e masculino, adulto e infantil, em tamanhos variados. Todos os itens entregues pela instituição são de perfeita qualidade, sem manchas ou avarias.


Mutirão Saúde e Cidadania

Data: 04/05 (sábado)
Local: Escola Municipal Almirante Ary Parreiras
Endereço: Rua Vitoriana, 300 – Vila Babilônia
Horário: das 10h00 às 16h00

Resgate longo mobiliza Cruz Vermelha e voluntários, doações não são necessárias

A rede de solidariedade durante o resgate às vítimas do rompimento de barragem em Brumadinho está concentrada, neste sábado (26) no atendimento aos familiares e à população no entorno do município. A Cruz Vermelha Brasileira – Filial Minas Gerais encaminhou equipe de 50 socorristas, no início da tarde da sexta (25) e no momento eles se deslocam em veículos 4×4 para o acesso a regiões remotas e procura por eventuais pessoas ilhadas ou atingidas em localidades vizinhas.

Em Brumadinho, o trabalho é o de acolhimento aos que procuram por desaparecidos e suporte à comunidade. O departamento nacional de reestabelecimento de laços familiares, comunicação social e operações humanitárias da Cruz Vermelha Brasileira estão participando da ação no local.

A equipe do Órgão Central que se deslocou ontem para auxiliar a filial estadual, deve permanecer na cidade até o final da próxima semana, e ainda espera a presença do presidente nacional da instituição e de outros departamentos nacionais para atuação e capacitações conjuntas.

A Cruz Vermelha reforça que não são necessárias doações, neste momento e que a mobilização na região já é suficiente. Segundo o diretor de projetos da Filial Minas Gerais, Bernardo Eliazar, não há como delimitar ainda o perímetro da área afetada. “Ainda há demandas de evacuação em algumas localidades e o acompanhamento do risco da situação de outras barragens próximas”, afirma.

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais e a Defesa Civil de Minas Gerais, às 12h deste sábado, 345 pessoas ainda estão desaparecidas.

50 socorristas da Cruz Vermelha Brasileira participam das buscas em Brumadinho (MG)

 

A Cruz Vermelha Brasileira – Filial Minas Gerais encaminhou no início da tarde desta sexta (25) equipe de 50 voluntários treinados em resgate e atendimento de emergência a múltiplas vítimas para a região do Córrego do Feijão, no município de Brumadinho (MG), após o rompimento de barragem da mineradora Vale no início da tarde.

Eles se juntam à Defesa Civil e ao Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais no atendimento humanitário.

A equipe segue em veículos 4×4, para o acesso a regiões remotas. Os voluntários do grupo especializado da Cruz Vermelha são os mesmos que atuaram, em 2015, no acesso e atendimento aos atingidos pelo rompimento da barragem da mineradora Samarco.

A Cruz Vermelha agradece e precisará da mobilização da população mineira no atendimento à população atingida. No momento, a equipe de brigadistas da instituição está no local e não é necessário o trabalho de mais voluntários. Assim que tivermos mais informações e novas demandas, anunciaremos aqui pelas nossas redes.